Passo a passo para escrever o seu publipost

Passo a passo para escrever o seu publipost

Você já entrou em algum blog e viu um artigo sobre determinado produto / empresa, e em algum lugar da página o termo ‘publipost’?

O ‘publipost’ também pode ser encontrado em outras categorias, como artigo de divulgação e release, tanto em blogs como em jornais digitais ou físicos.

Já falamos aqui sobre o que é um publipost, mas vamos refrescar rapidamente a sua memória.

O ‘publipost’ / ‘press release’ é um conteúdo patrocinado, geralmente desenvolvido por uma assessoria de imprensa ou outra área de comunicação de uma empresa para divulgar informações de interesse pessoal.

Esse tipo de conteúdo traz resultados incríveis para quem usa e é o queridinho das empresas que querem vender um produto ou antecipar um lançamento, sem pagar muito por isso.

Mas você já sabe o que considerar na hora de escrever um publipost incrível? Confira a seguir algumas dicas e passos que separamos para você!

Dicas para fazer um publipost matador

1. Quais são as características?

Existem muitos tipos de publipost e eles atendem a diversas expectativas da empresa que deseja divulgar.

Por exemplo: você já viu alguém famoso falando que sempre perguntam como consegue deixar o cabelo crescer e, de repente, dá a dica de um produto “milagroso”?

Isso é um tipo de publipost, mas existem outros.

O mais comum é o publipost / release ser enviado a um jornalista, ou seja: segue o formato de texto jornalístico, com lead e toda a estrutura de matéria, que vamos abordar mais à frente.

Porém, também existem empresas que contratam blogueiros para fazer a apresentação dos produtos em artigos – nesse caso, o formato de matéria nem sempre é seguido.

Para que o seu publipost alcance o objetivo certo, é importante saber em qual deles você se encaixa.

2. Deixe o objetivo bem claro

Antes de estruturar o seu publipost, é importantíssimo que você saiba qual é o objetivo exato a ser alcançado, para que o conteúdo fique alinhado.

Alguns objetivos de uma empresa ao contratar um press release são:

  • Divulgar serviços / produtos;
  • Falar sobre um evento;
  • Divulgar prêmios e sorteios;
  • Noticiar promoções;
  • Comunicar sobre o lançamento de um blog ou portal de conteúdo;
  • Falar sobre parcerias etc.

Tendo o objetivo bem claro, você vai conseguir seguir não só a estrutura do conteúdo, mas também incluir as informações necessárias para que o conteúdo atraia o público certo.

Passo a passo para escrever o seu publipost

1. Defina um título

O título de qualquer conteúdo é importantíssimo para “fisgar” um usuário, mas com o publipost, por se tratar de um conteúdo publicitário, essa etapa é essencial.

Se o título do publipost for ruim, as suas chances de apresentar resultados ao cliente caem drasticamente.

E se você está escrevendo esse material para enviar a um jornalista antes, o cuidado deve ser redobrado, já que é dificílimo instigar a curiosidade desses profissionais.

Jornalistas recebem diversos materiais para divulgar, portanto, o seu título tem que mostrar algum diferencial para que seja escolhido.

A dica é não fazer títulos muito grandes, mas que possam resumir bem o que você precisa dizer, de forma instigante e atrativa.

2. Informe: data, local e texto de entrada

Logo após o título, é importante ter a data e o local, caso vá seguir os padrões jornalísticos.

A data e local ajudam os jornalistas a saber que o conteúdo é novo. Um exemplo: Rio de Janeiro, 2 de outubro de 2019.

Logo após essas informações, é necessário ter um texto de entrada.

Esse texto de entrada, conhecido pelos jornalistas como “Lead / Lide”, é um parágrafo de 3 a 4 linhas com um resumo das informações do texto.

Nele, não podem faltar informações básicas, como:

  • Quem vai informar?
  • O que irá informar?
  • Quando o fato aconteceu ou vai acontecer?
  • Onde aconteceu ou vai acontecer?
  • Por qual motivo isso ocorreu ou ocorrerá e como?

Esse é um padrão jornalístico do publipost e é a maneira mais fácil e atrativa de fazer com que profissionais se interessem pelo conteúdo e queiram veicular as informações em jornais, rádios e blogs.

3. Se atente às informações no corpo do texto

Agora está na hora de partir para a notícia em si. Caso o conteúdo não seja enviado para um blog de conteúdos comuns e sim para um blog jornalístico, é importante se atentar ao que vamos falar aqui.

Um release / publipost feito para jornais ou blogs jornalísticos deve ter uma notícia, e vamos falar sobre isso no próximo tópico.

Mas agora é importante saber que o corpo do texto deve ter os detalhes do assunto, com informações bacanas para quem vai ler.

Você pode e deve usar de recursos comuns das matérias jornalísticas para deixar o conteúdo mais interessante, como: depoimentos, estatísticas, estudos etc.

É importante lembrar:

  • Não deixe os parágrafos do release longos demais, porque isso dificulta a leitura.
  • Faça uma introdução direta e foque no que realmente vai noticiar em detalhes.

4. Siga o critério de noticiabilidade / valor-notícia

No Jornalismo, existe algo chamado “critério de noticiabilidade”, que define se algo que aconteceu (um fato) pode ou não virar notícia.

É comum ouvir a frase “toda notícia é um fato, mas nem todo fato é uma notícia” nas faculdades de Jornalismo – e isso acontece por causa desses critérios. Alguns deles são:

  1. Ineditismo
  2. Improbabilidade
  3. Interesse público
  4. Apelo
  5. Empatia
  6. Proximidade
  7. Impacto
  8. Proeminência
  9. Conflito
  10. Oportunidade
  11. Relevância
  12. Atualidade

Portanto, se você quer um conteúdo rapidamente aceito pelos jornalistas, invista em um conteúdo que se encaixe em um ou mais desses critérios de noticiabilidade (ou valor-notícia).

5. Faça uma conclusão atrativa

Se no corpo do texto, você já detalhou e seguiu todos os padrões que falamos aqui, está na hora de fechar com chave de ouro: faça uma conclusão interessante.

Para fazer uma conclusão bacana, é só imaginar que você pulou da introdução direto para essa parte – isso é muito comum para os jornalistas.

Ou seja: escreva um resumo de tudo o que falou no corpo do texto.

Se sua intenção é realmente atrair a atenção do jornalista para os seus projetos, aproveite para incluir alguma informação bacana nessa conclusão.

Muitas empresas conseguem entrevistas ou até outras oportunidades para vincular os publiposts por conta da curiosidade que geraram nesses profissionais.

A ideia é deixar um “gostinho de quero mais”, não só no jornalista, como também no público, para que o conteúdo realmente gere resultados.

6. Fale sobre a empresa e adicione informações de contato

Não é pecado falar sobre a empresa, e se você está fazendo um publipost, tem que deixar de lado o preconceito de vender.

Muitas empresas não gostam de fazer um conteúdo em que falam dos seus serviços, produtos ou sobre quem elas são. Se você faz parte delas, o publipost pode não ser o melhor caminho.

O publipost / release é altamente persuasivo, de conversão e de engajamento em redes sociais ou outras plataformas. Nesse tipo de conteúdo, só se dá bem quem não tem medo de se vender.

Depois de fazer a conclusão, é importante colocar informações resumidas sobre a empresa e também os dados de contato, para facilitar a comunicação.

Você pode incluir o contato direto de quem é responsável pela assessoria de imprensa (caso o jornalista precise tirar dúvidas) e também os dados de contato para que os usuários se comuniquem com a empresa.

E aí, já está pronto para escrever seu publipost? Esperamos que sim! Lembre-se de que você pode tirar outras dúvidas por meio dos comentários.

Precisa de ajuda? Fale com nossos redatores.

Já tem seu conteúdo criado? Faça um orçamento e divulgue seu publipost!

 

Escrito por:


Juliano Franco Duarte

CTO Publipost / Meu Redator

 

 

  • Redator
  • 30 de setembro de 2019 às 8:15 pm
  • Publipost